16 junho, 2007

Do Portugal Profundo em bolandas


Em post de hoje (15-06-2007) A. Balbino Caldeira dá conta de ter sido notificado em dois processos, estando num como arguido e noutro como testemunha. Manobras de intimidação por parte do poder? Ameaças veladas de alguém? Será que mexeu com interesses instalados? Tentativa de silenciamento?


Bem comecemos a juntar as pontas: o mediático caso "Charrua"; a "auto-exclusão" da APM por ter criticado a Ministra da Educação; a enorme pressão sobre os jornalistas; o desejo infinito de controlar a comunicação social; a ameaça (ainda que velada) de pretenderem controlar a blogosfera; a perigosa concentração de poderes das polícias e serviços de informação nas mãos de uma só pessoa....


Começa a cheirar a "esturro...."




Sexta-feira, 15 de Junho de 2007


Arguido por causa... do Dossier Sócrates
(em actualização)


Já me tinham chegado uns zunzuns sistémicos, mas não quis crer...
Acabo de ser convocado para prestar declarações como arguido no âmbito de inquérito judicial relativo ao assunto do percurso académico (e utilização do título de engenheiro) de José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa - além de outra convocação para depoimento como testemunha noutro inquérito relativo ao mesmo Dossier Sócrates. Desconheço o(s) crime(s) de que sou arguido - tendo sido eu que investiguei e publiquei este Dossier, depois desenvolvido na blogosfera e nos media.Recebi, há pouco, hoje, dia 15-6-2007, um telefonema (de número não identificado no telemóvel) de alguém que se intitulou funcionário judicial do DCIAP e me informou da minha convocação para ser ouvido em dois inquéritos judiciais, como arguido (num inquérito) e testemunha (noutro inquérito) ,ambos relativos ao Dossier Sócrates. Depois, por fax que indiquei, ficaram de remeter a confirmação das notificações.


(Do Portugal Profundo)





1 comentário:

antonio disse...

É o choque tecnológico! Chegaram à blogoesfera e à intimação telefónica.

A outra também recebeu a denúncia por SMS...