10 março, 2009

Eu bem vos dizia....

Bem vos dizia numa posta de há uns tempos a esta parte que a conversa da avaliação ser fundamental para os contratados para os concursos era treta. Bem vos dizia que os concursos nacionais eram para acabar... (veja-se mais abaixo a posta - A propósito de escolas, concursos e mais... - Eu suspeito)
Mas enfim, há sempre crédulos a pensar que as coisas que conhecem se manterão "ad aeternum".
Pelos vistos os concursos nacionais em 2013 já eram... foram-se.... puffff.... kaput....
E foi o querido secretário Valter quem o disse.... Era de prever.
Leiam então o que está no Sol (link acima). Fica aqui em excerto:
Valter Lemos, secretário de Estado da Educação, assume que «o próximo Governo tem os instrumentos para que possa não haver concurso com lista de graduados em 2013»
...
Valter Lemos, secretário de Estado da Educação, não esconde que «foi aberto caminho» para uma maior autonomia das escolas na gestão dos recursos humanos e que isso pode levar a que em 2013 a colocação de docentes já não se faça através de uma lista nacional ordenada por uma graduação.
O primeiro passo para que sejam as escolas a contratar directamente os professores será dado já este ano, com as escolas mais problemáticas – as 59 escolas, integradas em Territórios Educativos de Intervenção Prioritária (TEIP) – a realizarem os seus concursos, com critérios próprios.
Dixit! Pum!

3 comentários:

Margarida disse...

É dramático. Desta vez acredito que vai haver verdadeira contestação social. Eu, dediquei-me às artes de modo absoluto pelo que ... estarei presente, para retratar se tal me continuar a ser permitido.

abraço,
M.

Isabel Pedrosa Pires disse...

Quem pediu avaliação científico-pedagógica, aulas assistidas, para se candidatar ao excelente e muito bom a pensar no próximo concurso vai ver para que lhes serve. Juntem é dinheiro para a Plástica ou comprem serviços da Vista Alegre!

profpardal disse...

isto é uma desgraça!

Vamos ser mais uns milhares a juntar à lista de desempregados do nosso país!